Materiais e Métodos do Trabalho Acadêmico: exemplos e nossas dicas

No mundo acadêmico as regras que conduzem a criação de um trabalho devem ser de conhecimento geral, e aplicadas conforme as determinações das instituições de ensino. Uma dessas aplicações é na forma de escrever Materiais e Métodos em um trabalho acadêmico. Para fazer isso, não existe uma “receita” para ser seguida, pois, as regras são flexíveis e partem de cada instituição, cidade ou região, além do conhecimento de mundo adquirido pelo estudante ao longo de sua vida. Entenda mais sobre a Metodologia do TCC, veja como fazer e os tipos existentes

Neste post, vamos falar como escrever a seção Materiais e Métodos em seu trabalho acadêmico de uma forma simples e aplicável. Aconselhamos que você esteja ciente das regras de produção de trabalhos acadêmicos cobradas pela instituição de ensino onde você esteja cursando. A princípio, as dicas que serão mostradas a você são para elaboração de Materiais e Métodos em trabalhos acadêmicos na área de Ciências Experimentais. Porém, você pode sim se basear no método que lhe ensinaremos e explorá-lo em outras áreas. Veja tudo isso a seguir!

Banner Materiais e Métodos

Por que planejar Materiais e Métodos?

O planejamento é a mãe da eficiência na elaboração de um projeto acadêmico. No mundo acadêmico, o planejamento é essencial para saber elaborar e fundamentar um trabalho de suma importância, como a descoberta de um novo tipo de tratamento, a elaboração de uma nova proposta de ensino, dentre outros.

Planejar Materiais e Métodos em uma pesquisa, por exemplo, oferece a chance de detalhar tudo que será explorado nesta pesquisa. A relevância do que deve ser pesquisado, onde, quem são os autores que têm a oferecer sobre o assunto abordado, além de muitos outros pontos que irão maximizar o potencial da pesquisa. Possuir um Material e Método bem estruturado e escrito em um projeto de pesquisa, com certeza é um grande passo para a finalização do trabalho.

Em um trabalho acadêmico, é fundamental utilizar esta seção para tirar dúvidas sobre os resultados finais do trabalho e para a replicabilidade do mesmo. Um exemplo da importância da seção Materiais e Métodos em um trabalho acadêmico, pode ser explicado a partir do seguinte exemplo:

Imagine que você, ao decorrer de uma pesquisa voltada para o seu trabalho acadêmico, acabou formulando uma pergunta muito importante para deixar de lado. Ao pesquisar mais para sanar essa indagação, ficou constatado que não existe nada na literatura sobre isso, e devido a isso, você resolveu criar uma hipótese com uma pesquisa bem elaborada para por em teste sua hipótese sobre tal indagação. Neste caso, a resposta que você obteve com seu trabalho (os resultados obtidos com sua pesquisa em especial), só serão aceitos pela comunidade científica se outros pesquisadores conseguirem os mesmos resultados com seus métodos experimentais.

Para que os outros pesquisadores de sua área consigam entender com exatidão como sua pesquisa foi realizada, é necessário que o Material e Método estejam bem identificados em seu trabalho. Com os dados da seção Material e Métodos, outros pesquisadores poderão replicar sua pesquisa nos detalhes intrínsecos de sua elaboração. Além disso, o interlocutor em geral poderá compreender melhor seu trabalho, podendo observar os métodos que foram explorados para tal observação.

Modelos prontos e exemplos de materiais e métodos de trabalhos

Como escrever a seção Material e Métodos?

De acordo com Gilson Volpato, um dos mais renomados especialistas na elaboração de redação científica, é recomendado fazer a divisão de Materiais e Métodos em quatro partes:

  1. Objeto de estudo (descrição do sujeito): Nesta primeira parte, é importante apontar a procedência em estudos envolvendo animais e organismos vivos, mostrando as características e as procedências dos critérios utilizados, como a inclusão e a exclusão utilizada na composição de uma amostragem, por exemplo. Os estudos que forem realizados a campo, devem mostrar a localização exata do local onde a pesquisa foi realizada, as características do lugar ou lugares.
  2. Descreva o tipo de pesquisa: Saber indicar o tipo de pesquisa, o estudo realizado, os tratamentos que foram utilizados, o delineamento da pesquisa, quais estratégias foram utilizadas para uma composição dos tratamentos, quais foram as amostras, o tamanho das amostras, número de repetições, dentre outros pontos nesta linha, é extremamente importante. As questões éticas, caso elas sejam necessárias de serem citadas, também devem ser informadas.
  3. Especifique o procedimento: Nesta terceira etapa da estruturação dos Materiais e Métodos, é importante fazer uma descrição, de preferência, seguindo uma ordem cronológica, apontando os procedimentos utilizados na pesquisa, a forma como as coisas foram manejadas, o controle das condições sobre o experimento, quais as técnicas foram utilizadas, a forma como tudo foi avaliado, e todas as variáveis observáveis deverão ser analisadas.
  4. Dados analisados: E por falar em análise, todos os dados relacionados com a estatística utilizados na elaboração da pesquisa, devem ser analisados. Analisar a homocedasticidade, a normalidade, a variância, comparando com indicadores, dentre outros. É sempre importante que a análise de dados tenha outros dados como referência baseado em teses.
Fonte: UNIVESP

Detalhes importantes sobre Materiais e Métodos em trabalhos acadêmicos

Além do que já foi dito até aqui, é importante prezar por detalhes minuciosos sobre a elaboração da seção Materiais e Métodos, porém, sem exagerar em detalhes que podem ser descartados para não gerar um excesso de informações. Isso pode ser evitado ao não detalhar métodos já consagrados pelos pesquisadores, buscando refinar sua explicação para os pontos específicos.

Também é essencial manter a citação de autoria descrita no procedimento do próprio trabalho. Isso garante a replicabilidade do trabalho. Ainda que seja muito comum em algumas áreas, é exigido em alguns periódicos uma descrição exata do software utilizado para o levantamento estatística em uma ou mais etapas. Isso tem sido discutido por diversos pesquisadores, pois, é importante saber se os cálculos realizados foram feitos com a utilização do Excel, no papel, ou outro programa foi utilizado. Portanto, é extremamente necessário que você se concentre nas dicas que foram mostradas neste post para elaborar a secção Materiais e Métodos. É claro, se aprofunde no assunto e veja o que os autores renomados têm a ensinar sobre a criação de Materiais e Métodos. Não hesite em pesquisar no Google Acadêmico, Scielo e em sites ou blogs dedicados aos fundamentos do mundo acadêmico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *