Webgrafia: entenda o que é, como fazer e exemplos de referência

A língua portuguesa tem como uma de suas principais características a construção de recursos que constituem as regras para a expressão da comunicação escrita. Uma das principais características destas regras são a utilização de palavras, de termos, significados, referências, além da importação de termos. Um destes termos importados (estrangeirismo na língua) é a Webgrafia, que somam as palavras “web” + “grafia”. Como fazer Referência Bibliográfica de Site: normas ABNT, TCC e exemplos

Neste post, vamos falar sobre webgrafia, mostrando o que significa, como ela é utilizada, quais são as regras para a utilização da webgrafia, além de outras curiosidades sobre o assunto. Conheça a relação entre bibliografia e webgrafia em um trabalho acadêmico ou científico. Veja tudo isso a seguir!

O que é Webgrafia?

A webgrafia é um termo importado do estrangeiro, onde a contração das palavras “web” + “grafia” forma essa palavra. De uma forma mais específica, webgrafia é a indicação de listas URL de onde partiram informações de pesquisa para a elaboração de um trabalho acadêmico ou científico. Imagine a webgrafia como uma descrição exata de onde foram retiradas as fontes de pesquisa utilizadas em um trabalho, apontando exatamente o endereço eletrônico com a URL completa. Esse será o link que aparecerá na bibliografia do trabalho.

Essa são informações extremamente relevantes para a validação de um trabalho, pois, a fonte de um determinado conteúdo utilizado para a elaboração de uma pesquisa, é fundamental para mostrar de onde vieram tais ideias, mas, principalmente, por questões de plágio. Se um pesquisador utiliza uma fonte de pesquisa baseada em um site na internet, isso deverá ser mencionado na web/descrição das fontes retiradas da internet. Essa descrição é parte da webgrafia, incluída na bibliografia.

Fonte: TV Êxito

Internet como fonte de pesquisa para o trabalho acadêmico

Atualmente, existe uma tendência muito grande entre os estudantes em utilizar a internet como fonte de pesquisa para a maioria dos questionamentos. Não importa qual seja a área de estudo, acadêmicos, pesquisadores, estudiosos, estudantes do ensino fundamental e médio, pessoas comuns, podem recorrer a internet como uma das fontes mais ricas sobre qualquer assunto.

É muito provável que você esteja lendo este artigo devido a necessidade de saber mais sobre o assunto, e acabou se deparando com este conteúdo. Mas além deste conteúdo, existem outros que abordam esse assunto. Essa diversidade de fontes para a elaboração de uma pesquisa é o que mais cativa as pessoas no dia de hoje. Isso sem contar a praticidade de poder fazer uma pesquisa sem ter que sair de casa. A facilidade de pesquisar algo na internet atrai muitos estudantes e serve como fonte de pesquisa para muitas monografias e TCCs.

Mas, nesse universo de informações disponíveis a um clique, é extremamente necessário saber selecionar as informações que irão servir de base para esses trabalhos. Elas devem ser checadas e seus dados devem ser cruzados com outras fontes confiáveis, como a literatura, os artigos científicos, periódicos, dentre outras fontes não refutáveis. Utilizar a internet como fonte de pesquisa não é ruim, e não pode ser um método de pesquisa marginalizado. Pelo contrário, as informações na internet podem ser encontradas com facilidade, e são informações democratizadas.

A democratização das informações sobre diversas áreas do conhecimento é uma das maiores revoluções neste contexto. Entretanto, é necessário filtrar o máximo possível quando o assunto é extrair um dado de um site para difundi-lo em um trabalho de grande importância. Além disso, a facilidade de encontrar as informações para uma indagação, estimula muitos estudantes a simplesmente cortar e colar os dados coletados. Isso acarreta no plágio e em outras complicações que podem prejudicar a reputação do estudante.

Portanto, ao utilizar a internet como fonte de pesquisa para o trabalho acadêmico, é fundamental que as fontes pesquisadas sejam de dados sucintos, com informações relevantes e confiáveis. Procure associar o uso da internet e de sites confiáveis com obras sobre o assunto que você está pesquisando. A utilização da bibliografia permite que o leitor identifique quais foram as fontes para a elaboração de um trabalho. A idoneidade do site e quem são os autores dos conteúdos extraídos, devem ser verdadeiras, pois, elas irão sustentar a fundamentação em um trabalho importante.

Relação da Webgrafia e da Bibliografia

Para todas as produções escritas, é necessário ter conhecimento sobre as fontes utilizadas para a elaboração de um novo conteúdo. Essas são as referências sobre o assunto, que permitiram a elaboração de mais conteúdo e conhecimento sobre o que está sendo abordado. Esse novo conteúdo gerado, deve possuir as chamadas referências bibliográficas. A bibliografia encontrada na parte pós-textual de um trabalho acadêmico é analisada de perto pelos profissionais responsáveis pela validação de um conteúdo importante.

Por isso e muitas outras razões, é fundamental o próprio estudante não deixar essa responsabilidade nas mãos dos seus examinadores, pois, informações refutáveis, sem confiança, irão derrubar a credibilidade de um trabalho e a nota do estudante. A bibliografia é a informação das fontes que foram utilizadas para o estudo, podendo ser livros, jornais, revistas, a internet, dentre outros. Quando nos referimos a fontes retiradas da internet, a palavra webgrafia se torna algo comum. Aprenda como fazer Referência de Site no seu TCC nas normas ABNT

Quando vamos fazer uma referência bibliográfica de várias fontes de pesquisa retiradas da internet, o mais recomendado é a utilização de uma página dedicada, que ficou consagrada com o nome de webgrafia. Nesta página dedicada, devem ser incluídas as referências dos endereços dos sites que forma pesquisados, podendo optar pelo uso de diversos sites como fonte de pesquisas, e todos eles deverão ser incluídos na webgrafia.

As normas ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) lançaram a NBR 6023 para especificar a forma como as referências devem ser incluídas em trabalhos no âmbito acadêmico. Essa importante normativa deixa bem claro como as informações sobre as referências devem ser apresentadas.

exemplos de referência bibliográfica e webgrafia

Webgrafia em uma monografia + Exemplo

Em uma monografia, a referência da fonte retirada da web deve conter o sobrenome do autor em letras maiúsculas, seguido de uma vírgula e o nome do autor. O título do artigo deverá aparecer entre aspas e com um ponto final. Também deverá aparecer o prefixo latino “in” e a localização de onde foi retirada a informação. Bom, para ficar mais fácil, veja um exemplo prático:

SANTANA, Renato. “O valor da informação democratizada na internet”. In: Ciência da Informação, São Paulo, v. 26, n 3, 1999. Disponível em: <http://www.ibict.br/cionline/>. Acesso em: 17 de julho de 2009.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *